segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Dia 24 - Uma carta para os teus pais

Casamento da minha prima - Agosto 2012
Queridos pais

Sempre me pareceu estranho escrever cartas a quem está tão próximo de mim, afinal de contas, partilhamos a mesma casa e estamos a maioria dos dias juntos. Como família tivemos de aprender a aceitarmos-nos uns aos outros, sei que nem todos os dias são fáceis. Fui uma adolescente complicada e como a mãe as vezes diz "tenho mania que sou do contra", o facto é que apesar de tudo, hoje em dia vivermos minimamente em harmonia. Antigamente a história não era a mesma, eu e a mãe não tínhamos uma relação tão boa e o pai sempre foi um pouco ausente, não de presença mas de espírito. O facto é que muitas coisas mudaram, passei de momentos em que tive raiva de vocês, para passar a uma fase de compreensão e perceber o quanto vos amo e que só queriam o meu bem. Admito que não gosto de todas as atitudes que tu pai tens e gostaria que tivesses a força para mudar para o teu melhor. Mas hoje posso afirmar que sou feliz com vocês os dois, feliz por ser vossa filha.

Um abraço da filha mais nova :)

19 comentários:

  1. ainda bem que não tens este vicio, (quem me dera não ter tbm) e eu espero que consiga porque faz mal á saude

    ResponderEliminar
  2. O sentimento pelos pais vai mudando e tornando-se cada vez mais forte com a nossa idade. Aprendemos a aceitar que também erram e a percebe-los cada vez melhor.

    ResponderEliminar
  3. O sentimento pelos pais vai mudando e tornando-se cada vez mais forte com a nossa idade. Aprendemos a aceitar que também erram e a percebe-los cada vez melhor.

    ResponderEliminar
  4. Quando se passa aquela fase meio parva da adolescência tudo se torna mais fácil =P

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  5. Oh, penso que esse sentimento de raiva é comum em todas as pessoas aquando da mudança da sua mentalidade, há sempre uma fase, uma idade mais complicada. O meu pai também não é aquele tipo de pai babado pela sua menina, não é aquele tipo de pai que se aparece um rapaz ou assim fica pai galinha, às vezes também gostava que fosse um pouco mais presente de espírito e mais afectuoso, mas tem o seu jeito de mostrar carinho por mim e tal como tu, adoro os meus pais, são meus pais, puseram-me neste mundo e temos que estar sempre agradecidos disso! :)
    Eles de certeza que também tem muito orgulho em ter-te como filha! ^^
    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  6. o meu coração partiu-se um bocadinho porque estive com aquela pessoa por quem I have a crush on mas tenho que esquecer... mas quando nos dizem:"tu e eu temos que falar, ando preocupado contigo" e fazem um super cute smile pelo qual te derretes toda é dificil. E quando ves o dito cujo no facebook mas falar contigo nicles, mais um bocadinho ele se parte...
    welcome to my life! x'D

    ResponderEliminar
  7. porque eu gosto dele daquela maneira e ele gosta de mim mas não dessa maneira xD besides, somos muito diferentes e ele é 5 anos mais velho que eu e basicamente é um amor impossível *sadface*

    ResponderEliminar
  8. ahahaha, qual vizinho? x'D
    não, ele era o mestre de curso do meu curso e o meu padrinho de praxe (pooooois... :x), portanto podes deduzir que não, não me declarei! xD

    ResponderEliminar
  9. ahaha não, o meu vizinho definitivamente nãããão! x'D
    Opá, mas pronto é aquela coisa que é mesmo muito complicada, e eu gosto muito dele, e não me permito arriscar tudo e perdê-lo como amigo. Ele é daquele tipo de amigos (homens) que eu nunca tive que chegam perto de ti e te dão um beijinho na testa, estás com frio dão-te o cachecol, pedem que mandes sms quando chegas a casa para saber que chegaste bem, opá, é aquele carinho que poucos rapazes (pelo menos comigo) demonstram... Eu não quero mesmo arriscar isso. Somos mesmo muito diferentes, tenho a certeza que ele nunca se iria interessar por mim dessa maneira xD

    ResponderEliminar
  10. Oh ele é naturalmente fofinho, é assim com toda a gente I guess x'D
    Se isso acontecesse digo-te, o meu blog ia virar mais lamechice do que já anda ahah! Enfim, vou dormir! Obrigada pela conversa eheh ^^
    Até amanhã, beijinhos*

    ResponderEliminar
  11. Já lia o teu blogue nos tempos de um post ou outro mais revoltados e gosto de ver a evolução. É a ordem natural, chama-se crescer :)

    ResponderEliminar
  12. boa pergunta :S hmmm depende da quantidade que o frasco tem , se for o mais pequeno é mais barato.

    ResponderEliminar
  13. Gostei da carta, sincera!
    =)

    O filme chama-se "Os Normais" vale a pena ver

    * * *

    ResponderEliminar
  14. eheh é ótimo termos orgulho nos nossos pais ! parabens os teus saooo lindos!

    ResponderEliminar
  15. Não há famílias perfeitas. O que importa é sabermos viver com as diferenças. Beijinhos

    ResponderEliminar
  16. acho que todos já passamos por isso. mas acabamos (alguns) por cair na realidade. *um beijito

    ResponderEliminar

Obrigado pela tua opinião!