sábado, 23 de abril de 2016

Musculação ou exercício cardiovascular?


Quando comecei a frequentar o ginásio fiz a minha primeira avaliação e fiquei numa espécie de negação. A minha percentagem de massa gorda era algo como 43,10% e a minha massa magra 23,70%. Os resultados eram bem piores do que pensava, mas ao mesmo tempo estava numa feliz ilusão que no espaço de meses, a minha massa magra pelo menos ia chegar a algo como 30 ou 35%. 

Depois de mais de meio ano a seguir planos diferentes de treino todos os meses, criados pelos treinadores do ginásio, a minha massa gorda está no 41,60% e a minha massa magra no 24,60%.

Não sei se eu estou a ser impaciente, se me ando a sabotar de tal modo na minha alimentação que estou a estragar tudo, mas o facto é que nesta altura esperava resultados melhores. Questiono se os treinos que me andam a passar são realmente eficazes para os meus objectivos ou até se é possível sequer perder grande número de massa gorda enquanto ganho massa magra ao mesmo tempo ou se será melhor perder a massa gorda e depois focar-me na massa magra.

Leio imensas opiniões diferentes sobre a musculação e o cardio, sobre o que devia fazer ou não e não consigo deixar de ficar cada vez mais e mais confusa sobre este assunto.

Tenho ideias irrealistas de que quero continuar a ter coxas e rabo grandinho e uma barriga lisa, mas acho que não sei como atingir os resultados.

Pessoas experientes no assunto, acham que deveria já ter alcançado resultados melhores? Devo continuar a fazer um dia de cardio e outro de musculação intervalado (cinco ou seis vezes por semana) ou devo focar-me mais num ou mais noutro?

11 comentários:

  1. Nem saberia o que comentar nesta parte.
    Mas lembre-se que os exercícios não foram em vão. Gastou muitas calorias, ganhou muita saúde e se divertiu!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim ganhei mais resistência... mas por um lado não consigo deixar de estar desiludida. Provavelmente espero mais do que devia. Beijinhos!

      Eliminar
    2. Eu é que li mal , desculpa. Eu não sou experiência mas quanto à alimentação tenta tomar um pequeno almoço com aveia fruta e chia r frutos secos ao almoço carne ou peixe grelhados ou cozidos com salada ou legumes cozidos. Ao lanche fruta e yogurte . Ao jantar o mesmo que ao almoço. Se te der fome antes de dormir. Fruta ou iogurte. Os refrigerantes são proibidos. Tenta beber muita água. Ao princípio custa mas resulta e com o tempo vais variando as refeições tens imensas opções na net de refeições saudáveis.
      Eu não tenho tempo para ir ao ginásio, saquei uma aplicação o sworkit, faço um treino personalizado de 44 min que resulta comigo, 3 vezes por semana .

      Eliminar
  2. 2 dias de cardio e um de musculação. 2 dias por semana é pouco e claro a alimentação é fundamental.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Talvez não tenha sido clara o suficiente... quando digo um dia de cardio e um dia de musculação, quero dizer que faço um dia sim dia não... geralmente em 5 ou 6 dias por semana.

      Eliminar
  3. Não sou experiente mas tenho de te dar os parabéns pela tua vitória. :)
    Beijinho

    ResponderEliminar
  4. Olá,

    eu que percebo um pouco do assunto por ter passado pela mesma situação, tenho de dizer que para baixar a massa gorda é sobretudo a alimentação que tens de mudar.
    E sim em 6 meses já devias ter baixado mais a %.

    Tens de ter um plano alimentar muito restrito, fazer cardio (treino funcional, HIIT, tabata) e musculação, mas 1º tem de perder a massa gorda (podendo ganhar um pouco de músculos).

    Desculpa se fui sincera demais mas pensa que perder massa gorda, mesmo que pouco, já é bom.
    Aos poucos há de lá chegar, nada de desmotivar e continuar a luta

    ResponderEliminar
  5. Olá tudo bem?

    Olha eu também estou há um ano e qualquer coisa a fazer exercicio, mas em casa através dos chamados "homevideos". Tamb+em sou um pouco impaciente e os resultados não foram tão rápidos como estava à espera mas chegaram =).
    Sugiro treinos HIIT - High intesity interval training, que basicamente consiste em 30-45min no máx de exercicios intensos (pesquisa insanity workout e verás do que falo) normalmente dá bons resultados.
    Depois de 6meses a fazer esse tipo de exercicios vi que estava a atingir o meu plateux e por isso comecei a fazer musculação para dar ao meu corpo outro tipo de estimulo muscular- comecei a fazer body beast e adorei os resultados. Aumentei imenso a massa muscular e já se sabe que quanto mais massa magra tivermos mais perdemos gordura graças ao aumento do metabolismo.
    A alimentação era o meu pior erro e fez toda a diferença quando comecei a substituir alguns alimentos, evito outros e faço sempre 1 ou 2 erros alimentares por semana (ACREDITA QUE O CORPO AGRADECE) ajuda a não perder massa muscular se fizermos exercicios 5/6 vezes por semana. Recorri igualmente à suplementação, whey protein basicamente pós-treino, por estar a fazer musculação. Acabo por contar o batido como uma refeição, normalmente lanche da manhã ou da tarde dependendo do treino...
    Eu fui conseguindo aos poucos, até porque não consigo dedicar-me a 110% uma vez que como enfermeira trabalho por turnos e os meus horários de refeição, sono (muitissimo importante para recuperação de massa muscular) e exercício são sempre incertos.

    Bem isto foi o que fui conseguindo igualmente num ano. Resultados: meço 1,72m pesava 66kg no ano passado com cerca de 29% de massa gorda, agora 62kg com 24%. Lá está é um longo e vagaroso percurso, e mesmpo hoje ainda faço experiências para saber o que resulta melhor comigo por isso é preciso mesmo ter MUITA PACIÊNCIA!

    ResponderEliminar
  6. Não é normal que em meio ano só tenhas perdido isso de gordura querida... ou andas a sabotar o exercício com a alimentação, ou tens treinos errados ou tens um metabolismo/sistema hormonal que não te está a ajudar nada. Sugiro treinos de alta intensidade e bons programas de musculação. E, claro, muito foco na dieta. Nada de alimentos processados, gorduras saturadas e açúcares refinados. Evita o gluten e a lactose. Vais ver que consegues resultados mais rápidos ;)

    ResponderEliminar
  7. Shinobu, realmente em termos de percentagem é muito pouca perda em 6 meses. Comecei em julho com 35% de massa gorda e 82 kg e em 9 meses baixei para 63kg e 24% de massa gorda. O que fiz de mais importante foi perceber o que me estava a sabotar a evolução. Tive que entender que não podia ter tudo ao mesmo tempo, ou seja, o corpo de sonho e a comida errada que tanto gostava, além do treino. Inicialmente treinava para "poder comer" e isso era um ciclo vicioso. Quando mudei a alimentação e decidi que iria dar ao meu corpo bons nutrientes para ele ficar moldado como eu sonhei, ele começou a responder as minhas investidas durante os treinos.
    Em termos de treinos o meu mantra é, o que não te desafia, não te muda. Ou seja, cardio lento não resulta como potencial ajuda para redução da massa gorda, ele simplesmente queima o que estiver disponível no momento e reforça o seu sistema cardiovascular. Exercícios funcionais e de alta intensidade, são excelentes porque causam impacto aeróbico e anaeróbico (resistência muscular), isso exige tanto do seu corpo que ele irá trabalhar dobrado para recuperar os músculos e a homeostase de todo o organismo. Por isso, deve combinar treinos exigentes com alimentação saudável e natural, deixando aquilo que gosta para datas especiais.
    A suplementação ajudará em termos de vitaminas e minerais, por causa da exigência corporal e recuperação rápida pós-treino.
    Escolha um bom circuito de treino e faça-o em 30 minutos apenas, dê tudo de si nestes 30 minutos e conte as repetições todas. A intenção é tirar-te o fôlego, pois isso ajudará a acelerar a queima. Mude de treino a cada semana e acredite que da última vez que fizer este mesmo treino, deverá ser capaz de fazer mais repetições no mesmo tempo ou as mesmas em menos tempo. Isso é evolução e deverá orgulhar-se disso!

    Quanto ao tempo...bem...quando comecei pensei que seria rápido, mas já lá vão 9 meses e ainda não atingi o meu principal objetivo. Por isso, sei que para emagrecer tudo o que quero, precisarei pelo menos de 1 ano e depois para definir, sei que levará mais outro ano. Estou mentalizada disso e sinceramente, no inicio ficava agoniada, mas agora tento aproveitar esta viagem. Afinal o mais importante deve ser o percurso e aprendizagem, e não o destino final, que mais cedo ou mais tarde será alcançado. Tudo só dependerá de si!

    Um grande beijinho! Estamos juntas minha querida! Força!

    ResponderEliminar

Obrigado pela tua opinião!