sexta-feira, 29 de abril de 2016

Diário Alimentar - Dia 3 e 4

Como disse o meu bf voltou dia 27 e decidimos não ir ao ginásio nesse dia e simplesmente relaxar. Não deveria comer fruta nesta fase da dieta, mas a mãe dele comprou uns morangos biológicos e eu não consegui resistir. Um pouquinho de nada baixo das calorias mínimas que devia ingerir, mas de certeza que existe espaço de erro por causa das gramas exactas que uso de azeite quando cozinho, portanto deduzo que não haja stress.

Dia 27 de Abril

Pequeno-Almoço - 319 kcal

  • Panqueca Proteica
  • Caneca de leite meio-gordo
Almoço - 319 kcal
  • Bife de frango salteado com rebentos de feijão mungo, cogumelos e molho de soja
Jantar - 378 kcal
  • Bife de peru grelhado com salada mista
  • 4 morangos
Lanches - 176 kcal
  • 2 gelatinas com iogurte natural
  • 2 fatias de fiambre de peito de peru
  • 2 morangos
Total: 1192 kcal

No dia 28 era suposto ser o meu dia da asneira porque eu e o meu bf fizemos 7 anos de namoro, mas ele ficou doente e acabamos por não sair para comemorar. Mesmo assim como não estava em casa acabei por sair fora da dieta (acho que os estragos nem foram muitos)... mas mais uma vez abusei e abusei dos morangos (não dá para resistir).

Dia 28 de Abril

Pequeno-almoço - 372 kcal
  • Tosta mista de pão alentejano sem manteiga
  • 1 copo de compal vital frutos vermelhos
Almoço - 425 kcal
  • Pão branco com queijo fresco magro
  • 5 morangos
Jantar - 425 kcal
  • Febras "magras" de porco grelhadas
  • 1 colher de arroz branco com cenoura
  • 5 morangos
Lanches - 333 kcal
  • 5 morangos
  • 1 quadrado de chocolate negro com avelãs
  • iogurte solido magro com sabor a morango
  • 1 prato de caracóis
Total: 1372 kcal

quarta-feira, 27 de abril de 2016

Diário Alimentar - Dia 2 (26/04/2016)













Sabem uma coisa? Estou um pouco chateada comigo própria. Ontem comi muito abaixo das calorias que devia. Para muitos pode parecer disparate, mas acredito que é muito mau para a nossa saúde consumir abaixo das calorias que o nosso corpo necessita.

Hoje terminei o dia estafada e sem energia. Nas duas primeiras semanas desta dieta não é recomendado fazer exercício de forma intensa por ser tão limitado em termos de quantidade de hidratos de carbono que posso consumir. No máximo dos máximos deveria fazer uma pequena caminhada. Mas eu sou teimosa e quero fazer tudo ao mesmo tempo (mas não pode ser).

Para quem não está familiarizado com a Dieta dos 31 dias da Ágata Roquette, na primeira fase da dieta (que dura 15 dias) só podemos comer hidratos de carbono no pequeno-almoço (café da manhã) e esses hidratos não podem ser provenientes da fruta. Na segunda fase (que já é um pouco melhorzita para quem pratica desporto) podemos adicionar fruta à nossa alimentação (a qualquer hora do dia), o que torna o processo um pouco mais lento, mas também mais fácil de tolerar.

Para resolver o problema da energia estou a pensar em em adicionar alguns frutos secos ao meu iogurte para pré-treino ou então começar a beber whey antes e depois do treino em vez de beber só depois do treino. Logo vejo!

Hoje não sei se vou treinar. O meu bf volta de viagem, estive dois meses sem o ver e quero matar saudades. Portanto posso dizer de partida que não vou conseguir cumprir os cinco dias de exercício físico nesta semana.

Hoje consegui beber café com adoçante... mas sinceramente foi horrível! (ahahha) Eu não gosto de café... gosto de açúcar com sabor a café. Portanto acho que vou deixando aos poucos o vicio do café e vou cortar o mal pela raiz. 

terça-feira, 26 de abril de 2016

Diário Alimentar - Dia 1 (25/04/2016)

Não foi um dia complicado, não tive muitos desejos e não passei fome...

Ao pequeno-almoço comi um pão integral com queijo flamengo e uma caneca de leite, ao almoço comi bifinhos de frango com tomate e espinafres salteados em alho, ao lanche da tarde bebi um café com açúcar e um iogurte magro com aroma a morango, ao jantar comi cogumelos portobello recheados com carne de frango picada e com queijo para gratinar e na ceia comi gelatina com iogurte.

No passado já tentei registar o que comia, mas acabava por desistir a meio. Mas de qualquer maneira instalei o myfitnesspal para ter uma noção não só das calorias como dos macro-nutrientes. Segundo esta aplicação, segundo o meu peso, sexo e actividade física, para perder 0,5 quilos por semana terei de ingerir por volta de 1630 kcal.

Ontem falhei um pouco com os macro-nutrientes, tive a informar-me sobre as percentagens ideias para uma perda de massa gordura mais acentuada e deveria ingerir 50% de proteína, 30% de hidratos e 20% de gordura. Como podem ver nas imagens, não consegui atingir a meta.

Ontem fui fazer as compras para estas duas próximas semanas e por isso não tive tempo de ir ao ginásio, visto que também esteve aberto durante um tempo limitado.

As minhas metas para esta semana são:
  • Beber mais água;
  • Deixar de por açúcar no café, usar adoçante ou pelo menos passar para metade do açúcar;
  • Fazer exercício físico pelo menos 5 dias;
  • Atingir as metas dos macros o maior número de dias possível. 

domingo, 24 de abril de 2016

De volta ao rumo


Não sei se só acontece comigo ou se é algo geral, mas muitas das vezes quando estou sem motivação e num rumo de asneiras atrás de asneiras, aparece aquela vozinha na minha cabeça que me diz "Não Shinobu, não podes continuar assim, estás num mau caminho" e depois desta voz pairar na minha cabeça, começo a pensar em mil e um planos de como posso alterar as coisas e voltar para um bom caminho.

Em maio do ano passado decidi fazer a dieta dos 31 dias da Ágata Roquette. Fiz a dieta de maneira rígida durante 2 meses nos quais consegui perder 8 quilos. Para quem não conhece esta dieta, é constituída por 4 fases e é baseada na dieta dukan e atkins mas direccionada para a dieta portuguesa. É uma dieta focada nos índices glicemicos de cada alimento, lowcarb e no sugar.

Começamos praticamente por excluir alimentos com índice glicemico alto e alimentos ricos em hidratos de carbono e depois em cada fase vamos adicionando uma lista de alimentos que não eram permitidos e passam a ser e no final tecnicamente tudo é permitido desde que seja consumido com moderação.

Lembro-me de achar que essa dieta estragou a minha vida e de ter ficado com uma relação disfuncional com a comida. Mas o facto é que um ano depois e estou com o mesmo peso. (Váaa mais ou menos, engordei um quilo, que ontem comi uma bela tagliatelle num restaurante italiano e acordei com um quilo a mais, tirando as fatias de bolo de coco com chocolate que comi ahaahah)

Portanto cheguei a conclusão de que já que não consigo vencer esta suposta disfunção, porque não me junto a ela? E se esta dieta conseguiu com que atingisse objectivos, porque fujo dela?

Portanto decidi que amanhã, dia 25 de Abril, vou-me "libertar" da "má vida" e vou voltar a fazer uma dieta rígida. Por isso quero-vos convidar para acompanharem o meu desenvolvimento.




sábado, 23 de abril de 2016

Musculação ou exercício cardiovascular?


Quando comecei a frequentar o ginásio fiz a minha primeira avaliação e fiquei numa espécie de negação. A minha percentagem de massa gorda era algo como 43,10% e a minha massa magra 23,70%. Os resultados eram bem piores do que pensava, mas ao mesmo tempo estava numa feliz ilusão que no espaço de meses, a minha massa magra pelo menos ia chegar a algo como 30 ou 35%. 

Depois de mais de meio ano a seguir planos diferentes de treino todos os meses, criados pelos treinadores do ginásio, a minha massa gorda está no 41,60% e a minha massa magra no 24,60%.

Não sei se eu estou a ser impaciente, se me ando a sabotar de tal modo na minha alimentação que estou a estragar tudo, mas o facto é que nesta altura esperava resultados melhores. Questiono se os treinos que me andam a passar são realmente eficazes para os meus objectivos ou até se é possível sequer perder grande número de massa gorda enquanto ganho massa magra ao mesmo tempo ou se será melhor perder a massa gorda e depois focar-me na massa magra.

Leio imensas opiniões diferentes sobre a musculação e o cardio, sobre o que devia fazer ou não e não consigo deixar de ficar cada vez mais e mais confusa sobre este assunto.

Tenho ideias irrealistas de que quero continuar a ter coxas e rabo grandinho e uma barriga lisa, mas acho que não sei como atingir os resultados.

Pessoas experientes no assunto, acham que deveria já ter alcançado resultados melhores? Devo continuar a fazer um dia de cardio e outro de musculação intervalado (cinco ou seis vezes por semana) ou devo focar-me mais num ou mais noutro?

quinta-feira, 21 de abril de 2016

Um mês complicado

Como vos disse anteriormente comecei a trabalhar à coisa de um mês de poucos, não vos disse é que tipo de trabalho era ou melhor é. Estou a trabalhar um café/restaurante como empregada de balcão, empregada de mesa e ajudante de cozinha. Quando consegui este emprego pensei no quanto necessitava do dinheiro e no quanto precisava de sair de casa, mas não pensei nas consequências que teria na minha dieta. Já é difícil resistir a tentações quando não as temos por perto, mas trabalhar com comida é dose. 

Geralmente o meu almoço é sempre uma das opções do menu do dia e nem sempre são adequados à minha dieta. Tenho sempre alguém a relembrar-me do quão sou jovem e que não me tenho de preocupar tanto com isso porque o peso eventualmente irá desaparecer. Mas vamos ser realistas, isto não acontece e nem vai acontecer.



O meu peso mantêm-se igual mas começo a sentir-me frustrada porque não tenho motivação suficiente para ser determinada e recusar sempre que me tentam alimentar com algo que não é adequado para os meus objectivos.


terça-feira, 19 de abril de 2016

Tag: " 5 coisas que toda a gente gosta e eu não"


Queridos seguidores... fui nomeada pela menina Inês do blogue "Olha os meus dias..." para responder
à TAG que ela criou. Tenho de confessar que o nome da TAG incomoda-me um bocadinho pelo simples facto de não existir uma coisa tão singular que só eu é que não posso gostar dela. Mas como ela explicou no blogue dela, esta TAG serve para partilharmos cinco coisas a maioria das pessoas gostam e nós não gostamos.

Regras:

1. Destacar a pessoa que criou a tag
2. Escolher 5 pessoas para fazerem esta tag
3. Referir quem te escolheu para responder a esta tag

A Inês no blogue dela escolheu um tema especifico, que foi a comida. Mas eu vou apenas referir cinco coisas aleatórias que me vierem à cabeça.

Lista de cinco coisas que eu não gosto e a maioria gosta:
  1. Carne de vaca;
  2. Discotecas;
  3. Futebol;
  4. Novelas portuguesas;
  5. Pudim.
As pessoas que nomeio: