domingo, 23 de agosto de 2015

Eu e as amizades

Mudei de casa uma vez, mudei de escola cinco vezes, mudei de grupo de amigos seis vezes. Tendo em conta que a maioria dos grupos de amigos geralmente contém entre cinco a quinze pessoas, já deveria ter acumulado um bom número de pessoas. Mas é claro vamos seguindo com a nossa vida e como é esperado, as outras pessoas também.

Nunca fui uma pessoa muito apegada, aborreço-me facilmente se me mandam muitas sms ou se o chat do meu facebook estiver sempre a apitar e lidar comigo não é propriamente uma situação fácil. Aprecio o meu espaço, gosto de estar com as pessoas de vez enquanto, mas se me sufocam a situação fica difícil. 

Nem todos apreciam o meu jeito despegado e de cada grupo se mantive contacto com duas pessoas, foi por sorte... Não é que não queira ter amigos e por vezes tenho medo de me arrepender de não ter dado a atenção que alguns precisam para a nossa amizade perdurasse. Mas que amizade seria aquela em que teria que me forçar a ser aquilo que não sou?

Eu tenho alguns amigos, não sou propriamente uma coitadinha, mas não estou tanto com eles como devia por não ter dinheiro nem carro para me deslocar até eles sempre que me dá na telha.

5 comentários:

Obrigado pela tua opinião!