domingo, 31 de maio de 2015

Doente outra vez

Como tinha referido antes, sou uma autentica flor de estufa. Decidi ficar doente de novo, mas desta vez do ouvido esquerdo. Quinta-feira no final da tarde comecei a sentir uma impressão na orelha e nessa mesma noite comecei a suspeitar que se passava algo com o meu ouvido. Sexta-feira era claro para mim que seria uma otite, fui à formação na mesma para fazer o meu teste maravilhoso de programação e no final da tarde enfiei-me no centro de saúde, onde para além de me terem passado um medicamento a que sou alérgica (mesmo depois de referir que tinha alergia a tal), ainda me diagnosticaram com uma otite no ouvido interno. O medico também decidiu dizer-me que se começasse a sangrar do ouvido que devia ir ao hospital.

 Meia hora depois lá estava eu a sangrar e lá fui para um hospital que tivesse a especialidade de otorrino às tantas da noite. Ora bem, o otorrino disse que não valia a pena ter ido lá aquelas horas da noite, que não era assim tão urgente. O médico teve a aspirar o pus do meu ouvido (o que foi uma experiência horrível) e descobriu que tinha era uma infecção no ouvido externo, o que sinceramente acho que era bastante visível só de olhar para a minha orelha, que parecia duas.

Portanto agora já estou com os medicamentos correctos, mas é coisa que só ficará totalmente bem prai daqui a duas semanas. Pior, pior é a ginástica que tenho de fazer para não molhar o ouvido enquanto lavo a cabeça.


terça-feira, 26 de maio de 2015

Terceira semana

Estive doente desde quinta-feira até domingo. Pensei em tanta coisa para partilhar convosco que a maioria passou-me ao lado. Deveria ter estudado um pouco mais para dois testes que vou ter esta semana, nomeadamente matemática (amanhã/hoje) e programação na sexta-feira, mas com as dores de cabeça e mal-estar acabei por virar vegetal e se comi, tomei banho e vi séries, foi muito.

Domingo dia da asneira comi: 
  • 5 nêsperas (pseudo pequeno-almoço)
  • 1 galão com uma colher de açúcar e torradas de pão integral com manteiga magra (pseudo almoço)
  • 1 terrível sumol de ananás com caracóis (lanche)
  • Solha no forno com batatas a murro (jantar)
  • 1 cacho de uvas (meio da noite)
Acreditem ou não os alimentos proibidos que comi foram: nêsperas, colher de açúcar, sumol de ananás, as batatas e as uvas.

Entrei na fase 2 da minha dieta. Nesta fase posso acrescentar fruta e sopa. Contudo só posso comer de fruta: maçãs, pêras, laranjas, frutos vermelhos (mirtilos, amoras, framboesa, morangos e cerejas) e de sopa: algo como courgette com cebola e alho francês e/ou couve-flor, com algumas verduras como espinafres e brócolos. Concluindo... sopa sem cenoura e/ou abóbora, o que é uma trampa!

Relativamente às pesagens, podem analisa-las nas seguintes imagens da aplicação que uso no telemóvel (acho que se chama, se não me engano, "Moniture seu peso").






Segundo a aplicação irei conseguir alcançar o meu peso ideal em Agosto. Eu apostei para Janeiro porque não sei que lutas não terei de enfrentar. 

sexta-feira, 22 de maio de 2015

3 dias de vento

e eu que sou uma flor de estufa já estou doente da garganta. Não sei se é alérgico ou se é o inicio de uma infecção na garganta, mas tenho receio que esta dieta esteja a afectar o meu sistema imunológico. 



p.s: Éclair e Rim não são a mesma coisa. O éclair "é um doce de confeitaria caracterizado pelo formato longo, feito com massa de farinha de trigo, com recheio cremoso (geralmente de natas ou chocolate) e cobertura de calda de chocolate endurecida, que poderá ser substituída por chocolate branco ou caramelo". Já o Rim, têm o formato do órgão do qual é nomeado e em vez de natas ou chocolate, têm doce de ovo e só existe a versão com o chocolate normal. 

quarta-feira, 20 de maio de 2015

Esclarecimentos - Dia da Asneira

Mais do que uma pessoa me perguntou o que era o bolo rim. Não pensei que isto causasse dúvidas por acreditar que o rim é um bolo bastante comum na nossa pastelaria. O bolo rim têm uma massa semelhante aos profiteroles, o seu recheio é doce de ovo e e coberto com chocolate. Não é o meu bolo preferido, mas está na lista. Quem me questionou sabe que bolo é? Ou na vossa zona não existe esta iguaria? 

terça-feira, 19 de maio de 2015

Aventura por Paris - Parte II


Dia 6 de Julho, apanhamos um metro para irmos ver a cliché da Torre Eiffel. Estava um dia terrível de chuva, mas isso não impediu os outros turistas, como também não nos impediu a nós. Pensei que fosse uma sensação mais arrebatadora do que foi e fiquei triste porque não tenho fotos bonitas ao pé dela. Coincidiu com a altura em que tive a Paralisia de Bell e pareço derp em todas as fotos.

Depois de termos estado coisa de uma hora a observar e tirar fotos à Torre Eiffel e com a Torre Eiffel, fomos andar num pequeno cruzeiro no rio sena, com duração de uma hora. Não foi excessivamente caro, mas também não foi uma pechincha. Neste cruzeiro, além de termos ficado protegidas da chuva, vimos alguns edifícios e conhecemos um pouco sobre a história de Paris, locais e pontes.



Dia 7 de Julho, subimos até Montparnasse, porque era mais barato e tinha menos filas que a Torre Eiffel. No topo deste arranha-céus, tivemos a possibilidade de ver uma vista panorâmica de Paris. Este edifício têm 59 andares e 210 metros de altura.

Depois de um almoço ao ar livre, fomos até ao Museu Grévin (Museu de Cera) no Boulevard Montmartre. Curiosamente este museu é um dos mais antigos da Europa e vi algumas personagens como: o Napoleão, Penélope Cruz, Elton John, Céline Dion, o Papa João Paulo II e a Madre Teresa de Calcutá. ´

(E ainda tirei uma foto com o meu ídolo de pré-adolescência, Matt Pokora.)



Dia 8 de Julho ficamos pela casa da prima da minha melhor amiga, demos algumas voltas pelas redondezas e fomos ao supermercado abastecer o frigorífico. Aproveitamos este dia para trabalhar um pouco num trabalho final da licenciatura que tínhamos por terminar.

p.s: peço desculpa se tiver aqui erros em vários aspectos, estou a guiar-me pelo meu diário de bordo.

segunda-feira, 18 de maio de 2015

Dia da Asneira... ou da Asneirada!


Passei o fim de semana na casa de familiares, com o intuito de pintar umas decorações nas paredes de um local que terá a sua grande abertura em semanas. Foi um dia bastante pacifico, perguntaram-me o que podia ou não comer e consegui manter-me às direitas.

Domingo! O dia que escolhi para o meu dia da asneira. Comecei logo a manhã com um bolo rim e um café com um pacote de açúcar. Ao almoço, uma bela esparguete à bolonhesa com um copo de coca-cola. Não lanchei porque passei a tarde a pintar paredes. Não jantamos a horas porque queríamos aproveitar para jantar com um  familiar que chegou à noite do estrangeiro. Portanto, jantamos frango assado com batatas fritas e coca-cola às 22h e ainda fomos comer caracóis com mais refrigerante a seguir.

 Com este dia da asneira asneirada, hoje recuso-me a pesar-me.

sábado, 16 de maio de 2015

Aventura por Paris - Parte I

No último ano do secundário estava a tirar a carta de condução e nem tive coragem de pedir dinheiro à minha mãe para ir a uma viagem de finalistas, que na altura nem fazia o meu género. Os meus colegas foram para Benalmádena em Espanha e era o tipo de viagem de ir para grandes noitadas e eu sempre imaginei uma viagem a França ou a Itália, mais pelo sentido cultural (sim sou uma seca e super anti-social).


Durante o último ano da minha licenciatura, algures em Março, na brincadeira com a minha melhor amiga, comentamos que devíamos fazer uma viagem de finalistas as duas e como ela têm família em França, a situação ficava facilitada por causa da estadia. Compramos uns bilhetes de avião baratos e quando demos por nós já era 5 de Julho (dia em que embarcamos).


Foi a minha primeira viagem de avião e ainda por cima calhou numa altura em que havia aviões a cair aos montes. Resumido... estava cagada de medo. O avião atrasou por volta de cinco horas e passamos uma seca no aeroporto (pelo menos tiveram a decência de nos pagar um lanche reforçado). Nós que queríamos ficar à janela e calhamos no único lugar no avião que não tinha janelas. O voo foi tranquilo e rápido, só me custou levantar voo e a aterrar.



No primeiro dia, já chegamos tarde e não conseguimos fazer grande coisa. Aproveitamos para dar uma volta pela área mais moderna e dinâmica de Paris, La Défense, que comparando com a maioria das zonas que visitei em Paris, parece ser um mundo à parte.  

 


Não vos quero maçar muito de uma vez só, por isso o resto da viagem ficará para outras publicações. Podem considerar isto uma "rubrica".

p.s: Essas fotos que estão dispostas aleatoriamente foram todas tiradas dia 5 de Julho de 2014. O tempo estava enublado, a camera com pouca bateria e a fotografa com falta de qualidade.

sexta-feira, 15 de maio de 2015

As respostas da tag "That's True"


O desafio chamado That's True consistia em dizer 25 factos sobre a minha pessoa em que 20 são verdadeiros e 5 são falsos. 
  1. Adoro favas e ervilhas cruas, como-as como se fosse uma sobremesa.(Verdade! Quando era miúda morava numa quinta e sempre adorei vegetais e algumas leguminosas cruas. Sempre que o meu pai me trás ervilhas faço uma festa). 
  2. Quando era pequena tive um cão que lhe saltou um olho. (Verdade, infelizmente o canito teve de ser abatido mais tarde).
  3. Aprendi a coser porque sonhei que estava a coser.(Verdade! Na primária a professora ensinou-nos a coser nos tempos livres, eu não conseguia nem por nada deste mundo. Uns anos depois sonhei com isto, fui tentar e consegui.)
  4. O meu signo é aquário.(Mentira!Sou Capricórnio). 
  5. Sou do Sporting porque o meu pai é do Benfica.(Verdade! Ele tentou tanto que eu fosse do Benfica que a coisa correu mal).
  6. O número desta alínea é o meu número preferido.(Verdade!)
  7. Já apareci na televisão pelo menos cinco vezes.(Verdade!)
  8. Entrei num videoclip de uma banda rock portuguesa.(Verdade!)
  9. Sei fazer sopas deliciosas. (Mentira! Sei cozinhar muita coisa, sopa ainda não é uma arte que tenha dominado.) 
  10. A minha comida preferida é favas com chouriço.(Favas para mim, só cruas! O que eu gosto muito é de uma Pizza Carbonara ou uns Bifinhos com natas e cogumelos) 
  11. Tive uma forte pancada por Tokio Hotel.(Mil vezes Mentira, era provavelmente do grupo dos haters desta banda quando ela surgiu. A minha coisa era mesmo My Chemical Romance) 
  12. Ganhei o concurso da gordinha mais sexy de portugal à uns anos atrás.(Verdade!)
  13. Os meus dedos dos pés são como os do meu pai, odeio-os.(Infelizmente, verdade!)
  14. O meu sonho de infância era seguir biologia marinha.(Mentiraaa, eu queria mesmo era ser dona de casa, cabeleireira ou veterinária.) 
  15. A minha série preferida é The Bing bang Theory.(Verdade!)
  16. Na escola primária mascarei-me à caixote de lixo.(Verdade!)
  17. A minha estação do ano preferida é o Verão.(Verdade!)
  18. A primeira vez que vi a Pequena Sereia chorei.(Verdade!)
  19. O meu filme preferido da Disney é Pateta o Filme.(Verdade!)
  20. Tive uma paralisia facial no verão que passou.(Verdade!)
  21. Sou péssima a mentir.(Verdade!)
  22. Quando era pequena acreditava que as estrelas do mar eram estrelas que tinham caído.(Sim,foi a minha avó que me vendeu este braço, e acho que só quando tinha uns nove anos é que descobri que não era verdade)
  23. Prefiro novelas brasileiras às portuguesas.(É verdadji cara!)
  24. Adoro baba de camelo.(A-D-O-R-O, é isso e doce de serradura. Portanto verdade.)
  25. O meu maior sonho é ser mãe.(O meu relógio biológico anda às voltas desde que nasci. Sim é verdade!)

Parabéns à Clair de Lune, foi ela que acertou mais respostas. Em relação às meninas que desafiei, ainda estou à espera das vossas verdades e mentiras!

quinta-feira, 14 de maio de 2015

Fotos super eróticas, cuidado!




Isto era suposto ser as minhas fotos do antes, mas como eu sou uma preguiçosa do caneco acabei por só as tirar uma semana depois. Alias, por um lado até estava com medo de tirar fotos assim, pô-las na Internet e depois começarem a dizer que ando p'rai a tirar fotos nua, portanto tá ali aquela carinha maravilhosa a salvar-me um pouco.

Anyway, vamos ao que interessa!

Ainda nem vos disse quanto meço nem quanto peso, nem que peso pretendo alcançar. 

Dia 4 de Maio, dia em que comecei a fazer a dieta, pesava 72 quilos certinhos. Depois de uma semana estou a pesar 69,9 quilos. Acho que para uma semana, uma perda de 2,1 quilos está bastante bom!

EU, dona Shinobu, meço 1,57 metros e pretendo chegar aos 56 quilos e isto porque? Eu nem acho que seja a gordinha mais feia do mundo, nem acho que tenha um corpo totalmente mal feito. Alias, apesar do excesso de peso, recebo quase todos os dias piropos, tanto de conhecidos como de estranhos (nada creepy). O problema está no cansaço! EU, com excesso de peso, sinto-me constantemente com sono, durma muito, durma pouco, durma o suficiente. Parece que morro para a vida e não consigo fazer metade das coisas que quero.

O cansaço é o principal motivo que me fez querer mudar.


terça-feira, 12 de maio de 2015

A dieta e o meu almoço

Os primeiros dias da dieta foram os mais complicados. Antigamente era hábito comer tostas mistas com um galão e muitas das vezes comia ainda uma peça de fruta. Esta dieta substituiu os meus melhores amigos por: queijinhos, salsichas, cenouras, fiambres, ovos, iogurtes magros e gelatinas. Por ser mais prático a maioria das vezes levo gelatina e um iogurte magro para a "escola". No final da primeira semana começou a ser mais fácil, mas nos primeiros três dias chegava a sentir tonturas à hora do lanche.

Outra questão que para mim foi complicada, foi o facto de tentar seguir as receitas e por isso ingerir alimentos que não suporto. Fui fazendo alterações e dei por mim sempre a comer carne ou peixe com salada de alface ou de tomate. 

Felizmente pedi algumas sugestões num grupo de ajuda (para quem está a seguir esta dieta) em que estou inserida no facebook e deram-me sugestões. Hoje já comi algo mais diferente e espero conseguir continuar a inovar nos próximos dias.



Bifinhos de Frango com Courgette

Ora bem, o que eu fiz foi pegar numa receita de courgettes no forno que estava no livro e misturar um pouco com uma receita de courgettes gratinadas que estava no site As delicias das guerreiras. Basicamente coloquei papel vegetal num tabuleiro, cortei uma corgette em rodelas pequenas e depois de as colocar no tabuleiro, pincelei com azeite e temperei com sal e pimenta. Seguidamente bati um ovo e pincelei-o também em cima das courgettes. Depois de meia hora no forno a 180º, coloquei algum queijo ralado de mozarella light para cobrir as courgettes e coloquei no modo grill até ficarem douradinhas. 


segunda-feira, 11 de maio de 2015

TAG | That's True

A senhora TimTim decidiu nomear-me para um desafio chamado That's True que consiste em dizer 25 factos sobre a minha pessoa em que 20 são verdadeiros e 5 são falsos. Cada um de vocês tem cinco tentativas para tentar adivinhar os falsos factos.
  1. Adoro favas e ervilhas cruas, como-as como se fosse uma sobremesa.
  2. Quando era pequena tive um cão que lhe saltou um olho.
  3. Aprendi a coser porque sonhei que estava a coser.
  4. O meu signo é aquário.
  5. Sou do Sporting porque o meu pai é do Benfica.
  6. O número desta alínea é o meu número preferido.
  7. Já apareci na televisão pelo menos cinco vezes.
  8. Entrei num videoclip de uma banda rock portuguesa.
  9. Sei fazer sopas deliciosas. 
  10. A minha comida preferida é favas com chouriço.
  11. Tive uma forte pancada por Tokio Hotel.
  12. Ganhei o concurso da gordinha mais sexy de portugal à uns anos atrás.
  13. Os meus dedos dos pés são como os do meu pai, odeio-os.
  14. O meu sonho de infância era seguir biologia marinha.
  15. A minha série preferida é The Bing bang Theory.
  16. Na escola primária mascarei-me à caixote de lixo.
  17. A minha estação do ano preferida é o Verão.
  18. A primeira vez que vi a Pequena Sereia chorei.
  19. O meu filme preferido da Disney é Pateta o Filme.
  20. Tive uma paralisia facial no verão que passou.
  21. Sou péssima a mentir.
  22. Quando era pequena acreditava que as estrelas do mar eram estrelas que tinham caído.
  23. Prefiro novelas brasileiras às portuguesas.
  24. Adoro baba de camelo.
  25. O meu maior sonho é ser mãe.




As minhas vitimas são:








domingo, 10 de maio de 2015

Mania das Dietas, Parte II

Na sexta-feira disse-vos que estava a seguir a dieta dos 31 dias mas não vos revelei no que consistia a dieta. Alguns se calhar até conhecem os detalhes por já a terem experimentado, mas para todos aqueles que ainda não sabem, fica aqui. 

No livro, a Ágata Roquette, recomenda que não ingiramos hidratos de carbono sem um acompanhamento de um alimento que tenha proteína ou gordura saudável, para comermos hidratos de absorção lenta e para fazermos várias refeições ao longo do dia.

Esta dieta é constituída por quatro fases:

  1. A primeira têm a duração de 15 dias e consiste em eliminar quase por completo os hidratos de carbono.
  2.  A segunda fase pode durar outros quinze dias ou então o tempo que quisermos até termos o peso que desejamos.Nesta fase podemos ingerir fruta e a sopa que são proibidas na fase um. 
  3. Devemos passar para a fase três quando estivermos a 2/3 quilos do nosso peso ideal, nesta fase podemos comer mais hidratos ao almoço ou ao lanche. Nesta fase a diminuição de peso é menor, por isso se quisermos melhor resultados, uns exercícios de cárdio não fazem mal a ninguém. 
  4. Na ultima fase já são permitidos todo o tipo de alimento, mas com conta, peso e medida.

Nos próximos dias vou tentar dar-vos um feedback de como as coisas correram esta semana e também falar-vos dos alimentos que são permitidos e os que não são permitidos. 

(Espero que a dona Roquette não me dê uma marreta na cabeça por estar a spoilar o livro dela).

sexta-feira, 8 de maio de 2015

Mania das dietas...

Durante o ao de 2011 se não me engano fiz uma dieta com duração de um ano da qual perdi por volta de 16 quilos e consegui manter os quilos durante uns anos... Entretanto entrei na universidade, comecei a ir ao ginásio e engordei coisa de três quilos, coisa que não dei muita importância por ter associado ao aumento de massa muscular. Em 2013, por volta da altura que deixei de vir ao blogue, tive uma chatice com o meu namorado e numa de ansiedade em dois/três meses engordei mais quatro quilos. Mais tarde, durante a viagem a Paris, entre croissants, baguettes e nutellas, vim para portugal com mais três quilos na bagagem. Finalmente, entrei no curso em que estou desde Dezembro e até agora com as tostas mistas e galões aos intervalos e uma quantidade absurda de aniversários e festas em casa mais quatro quilos para o bucho. 

A um quilo do peso que tinha inicialmente, pensei "Epá isto não dá mesmo! Tenho de voltar a atinar".

Numa conversa com uma colega minha, ela acabou por se dispor a emprestar-me dois livros da Ágata Roquette. O famoso livro "A Dieta dos 31 Dias" e o livro de receitas complementar a este livro. Apesar de algumas reacções como "NÃO TE METAS EM DIETAS MALUCAS" e "ISSO É SÓ A MANIA DAS DIETAS, VAIS VOLTAR DEPOIS A ENGORDAR OUTRA VEZ", preferi arriscar e já comecei nesta segunda-feira que passou.




O que mudou nos últimos dois anos.


A minha vida mudou um pouco, mas no fundo acaba por estar tudo na mesma, como a  lesma. Deixo aqui um top 10 de coisas boas e menos boas que aconteceram na minha ausência na blogosféria:
  1. Acabei a uma licenciatura com uma boa media, mas não consegui entrar num mestrado porque um professor meu fez asneira;
  2. Fiz uma viagem de finalistas a paris com a minha melhor amiga;
  3. Eu e o meu bf reconciliamos uns depois de nos termos chateado;
  4. Fui ao Meo Sudoeste pela primeira vez e acampei durante 10 dias;
  5. Engordei 11 quilos;
  6. Voltei à dieta;
  7. Vou ter tia outra vez;
  8. Entrei no mundo dos desempregados;
  9. Decidi tirar um curso de nível 5 para ocupar o meu tempo;
  10. Comecei a acordar de manhã por vontade própria.
Se quiserem que aprofunde algum dos tópicos, proponham :)

quinta-feira, 7 de maio de 2015

O entre chávenas de chá está de volta


Ora bem, já não me lembro bem como é a vida de uma bloggeira, como também já não tenho o jeito que achava que tinha para escrever aqui. Depois de pedidos de três pessoas (ena, tantas!), decidi deixar para trás o desconforto que sentia relativamente a saberem demasiado sobre a minha vida. Tentei criar blogues anónimos, mas eu sou uma attention whore, super egocêntrica, não me consegui dedicar a isso. Portanto anos depois cá estou de volta, só não sei se vocês ainda se mantém por aí.