quarta-feira, 14 de março de 2012

Praxe

(Esta foto foi tirada no fim do dia e eu sou a menina que está na ponta direita de franjinha)

Dia 8 de Março foi uma quinta-feira negra (um dia de praxe), pelo que sei eles juntavam sempre a altura do tribunal com o traçar da capa mas como vai haver umas alterações sobre quem organiza aquilo e etc (coisas fora do meu conhecimento exacto) acabou por calhar no dia da mulher. Devo dizer que em comparação com as praxes de segunda fase diverti-me bastante, a outra no momento até me pareceu bem e tal, mas hoje em dia só tenho recordação da minha crise de alergia a tomate e de ter ficado com o cú assado de andar a arrastar com ele no chão. Desta vez tenho que dar parabéns aos veteranos pela inovação em termos de actividades,  posso dizer mesmo que conheci pessoas de outra forma talvez e que apesar de em algumas circunstancias ter-me magoado fisicamente, tenho boas recordações deste dia.
Depois disto, tive 4 dias a andar torto, tenho as pernas cheias de nódoas negras e feridas e as mãos com alguns arranhões... Quem me vir desnuda vai achar que andei à batatada...

13 comentários:

  1. pois tonta, eu sei disso, mas são bocas que eram escusadas não é verdade? Mas pronto, quanto aos casos que não entram por mérito próprio mas sim devido ao dinheiro, conheço uns quantos assim :)

    ResponderEliminar
  2. Desculpa vir aqui interferir, até porque é o teu blogue e escreves como te apetecer. Mas "praxes" não existe. Existe sim a praxe ou praxis. E muito menos há o dia de "praxes". Há praxe simplesmente, não se diz "dia de praxes" ou "hoje tenho praxes". Sei que talvez não tenhas culpa disso, porque não te ensinaram isso, mas é um bocado "triste" ver que se zela tanto por esta tradição num sentido vão, uma vez que as pequenas coisas se estão a perder assim.
    Por outro lado fico contente por fazeres parte de algo tão grande como a praxe, muitas pessoas odeiam e nem sabem o que isso é.

    Um beijo.

    ResponderEliminar
  3. Querido Anónimo, obrigado pela aviso já fiz correcção. Realmente não sabia porque pela prática da fala sempre me disseram "praxes". um beijo

    ResponderEliminar
  4. Bemmmm mas essas praxes duram :O Aqui pelos Algarves só há uma semanita de praxes em Setembro e depois os caloiros tão despachados :P

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  5. Bemmmm mas essas praxes duram :O Aqui pelos Algarves só há uma semanita de praxes em Setembro e depois os caloiros tão despachados :P

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  6. São recordações para toda a vida...aproveita :)

    ResponderEliminar
  7. bolas :S
    juro que nunca compreendi a ideia das praxes :( ... mas ainda bem que te traz boas recordações **

    ResponderEliminar
  8. O importante é que te no fundo foi uma diversão, as nódoas negras passam depressa.

    ResponderEliminar
  9. Por acaso nunca achei muita piada ás praxes...

    ResponderEliminar
  10. Ainda bem que sempre andei em universidades sem tradição de prazes, não é bem uma coisa com que concorde ou que goste...

    ResponderEliminar

Obrigado pela tua opinião!