pessoas online

domingo, 5 de dezembro de 2010

Crise Existencial

Já a uns anos que sinto que adoro viver e que sinceramente o meu maior medo é morrer. Hoje em dia não digo que não gosto de viver, mas começo a entrar numa crise que se calhar muitos entram mas eu não tenho conhecimento por falta de comunicação. O meu único problema é não querer crescer, não quero encarar responsabilidades, tenho um medo danado de ir para a universidade para o ano e não só tenho medo do resto de toda a minha vida. Simplesmente não quero crescer, quero ficar nesta fase da vida para sempre.

7 comentários:

  1. É normal, acredita. É o medo de perder a estabilidade que demorámos a criar. :)

    Não digo que os primeiros tempos na faculdade sejam fáceis. Como é óbvio vão custar um pouquinho, mas acredita, depois não vais querer outra coisa!

    Eu falo por experiência própria. A minha adaptação foi mesmo má.

    ResponderEliminar
  2. Sinto o mesmo que tu. E acho que toda a gente passa por essa fase. Eu já tou na universidade. Ainda estás mais longe que eu. *

    ResponderEliminar
  3. não precisas de comentar querida :) basta leres =)

    ResponderEliminar
  4. Sinceramente, não sei se é pelo contexto que vivencio em casa, mas tenho a opinião contrária... Sempre quis sair daqui para um local só meu, sempre quis fazer parte de um Mundo onde seja eu "a mandar" em mim própria, onde a minha vida apenas dependa de mim e mais ninguém.. Mas eu quero muito a minha independência agora.. se calhar quando a tiver vou desejar voltar atrás no tempo!
    A Faculdade é uma coisa que se receia a início, mas depois, uma vez lá, passa a ser normalíssimo!

    ResponderEliminar
  5. Vai para a faculdade que vais adorar ;)

    ResponderEliminar
  6. Nem penses nisso. Crescer é a melhor coisa que há na vida. Cada fase é única e vale por isso mesmo. Podem nem todas serem espectaculares, mas vale sempre a pena. Ainda tens tantas coisas boas pela frente. E acredita que entrar na faculdade pode ser das melhores experiências de uma vida. Comigo está a ser assim

    ResponderEliminar

Obrigado pela tua opinião!