terça-feira, 12 de maio de 2009

12 de Maio de 2009

Loucura, certeza, incorrigibilidade, impossibilidade. Algo implausível, bizarro ou patentemente inverídico. Uma falsa crença baseada em inferência incorrecta sobre a realidade externa que é sustentada com firmeza. Visões do mundo inferior, a terra dos mortos, Psicose.
Imagens tão reais que dificilmente são removíveis pela argumentação lógica. Odores que não existem, toques não presentes, mil e uma cores de uma tela cromática, minutos que não andam, horas que passam, a mente enganada, a vista emparelhada. Horas de sono trocadas ou inexistentes, marcas que ficam no rosto, marcas descontentes.


Hoje fui ao Porto, casa da musica, com a escola.
Estou cansada.
Estou com um apetite compulsivo.